FAZER

DOWNLOADS

Livro 1 - Domínio Espiritual

Depois de um planejamento maquiavélico, estruturado em cem anos, os seres infernais conseguiram a maior proeza da história- extinguir a humanidade. Com quase 5 BILHÕES de pessoas mortas, eles colocaram em ação a última parte de seu plano - possuir, com espíritos inferiores, todos os humanos restantes. Mas o que eles não sabiam é que um dentre esses humanos tinha um elemento na alma que não permitiu que ele fosse possuído. Esse humano era o guardado de Caliel, um anjo da casta dos guardadores de Deus. Agora se iniciará a maior guerra de todos os tempos, com os anjos protegendo esse humano a todo custo, pois ele é o único que pode trazer a humanidade de volta.

Livro 2 - Anjos do Apocalipse

Os anjos venceram a batalha de Aron, porém, muitas vidas humanas foram perdidas nesse período. Aquelas que não morreram nas catástrofes iniciais da história perderam suas vidas na possessão demoníaca mundial. Não sobrou no mundo mais do que 1 BILHÃO de pessoas que agora começarão de fato a enfrentar a maior guerra já imposta em suas vidas. O mundo está se ajeitando, comércios reabrindo e aos poucos, humanos restantes tentando retomar suas vidas. Mas algo pior está para acontecer, pois com a morte de Baal, Astaroth assumiu o trono infernal e assim começa um plano maquiavélico para trazer os quatro cavaleiros do apocalipse para finalizar o que já foi iniciado.

Livro 3 - O Arrebatamento

O enredo do último livro da série, se inicia um pouco antes de terminar o enredo do segundo livro. Enquanto Caliel está inerte no universo paralelo criado por sua mente, a guerra já desenrola no mundo real. Assim temos o ponto de vista dos outros anjos, enquanto tentam trazê-lo de volta do abismo. O cavaleiro da morte, vendo que não existe ninguém mais poderoso do que ele, se vê na obrigação de confrontar Deus e para isso parará qualquer um que se pôr em seu caminho. A maior legião demoníaca de todos os tempos está pronta para tomar aquilo que acham ser seu por direito, o planeta Terra. Demônios e anjos materializados no planeta, meio a humanos que muito sofrem por isso, vendo o apocalipse eminente diante de seus olhos. A maior guerra que o universo já viu, se iniciou.

Sensação

Cento e oitenta mil a.c.

O centro celestial do segundo céu, local onde naquela época abrigava todos os anjos criados pelas mãos do Pai celestial, tinha seus tapetes azuis, verdes, rosados, alaranjados e em tons de amarelo, no seu mais alto brilho. O coração de todos os seres pulsava, pois naquele dia divino, na sexta estação da estrela branca, Deus iria proferir e condecorar o nono e último anjo da profecia.
BAIXAR PDF E CONTINUAR LENDO

O SOBREVIVENTE

Aquela não é uma parede comum. É um monstro negro, com dez quilômetros de altura. Cada ponto dele é um ganho, meio aos trilhões que compõe o enxame. Ele avança como um tsunami, devorando tudo pelo seu caminho. Não imaginei por nenhum momento que as coisas acabariam assim, tendo em vista meu crescimento pessoal. Talvez numa outra época, três gerações à frente? Não! Está acontecendo exatamente na minha geração, bem quando busco elementos para que minha vida floresça como a de uma pessoa normal. Até aqui, tudo demorou menos de uma hora, com a onda deles avançando e tomando o planeta de um ponto central. Agora chegara a minha vez.
BAIXAR PDF E CONTINUAR LENDO

O PRINCÍPIO

Todos os dias, quando a bola gigante brilhante se escondia, Ohum ficava observando aqueles pontinhos azuis, piscando, presos naquela parede azul escura, curvada para dentro. Às vezes via tais pontinhos flutuando por aí. Um dia até conseguiu pegar um deles, e quando o colocou na boca para sentir o gosto e o apertou com seus dentes, ele explodiu em uma gosma nojenta e de gosto horrível. Mas Ohum gostava de vê-los piscando, alguns em tons mais escuros.
BAIXAR PDF E CONTINUAR LENDO

KABARU - O ANJO RENEGADO

20.000 a.C

Em tempos em que nem a torre da Babilônia havia sido erguida, ou as pirâmides do Egito sequer tivessem o privilégio de serem pensadas, o império Romano demoraria pelo menos duas décadas para colonizar aquelas regiões, ou mesmo para existir. As águas do mar mediterrâneo, que não era conhecido por esse nome, lambiam a costa das terras que um dia seriam chamadas de Argélia. Em um vilarejo com poucas pessoas, existia um líder que porventura dominava as artes do xamanismo. Estava inerte em sua barraca sem se alimentar e sem beber água há onze luas cheias.
BAIXAR PDF E CONTINUAR LENDO